Música da Semana: Love so soft - Kelly Clarkson

SEXTOU....

E com o fim de semana chega também nossa coluna semanal aqui no Música pra Viagem.

Hoje vamos conversar sobre a nova musica da minha mais querida musa do Pop, a Kelly Clarkson.


Quem me conhece ou segue meu trabalho há mais tempo já sabe que eu sou super fã da Kelly Clarkson. Desde que eu a conheci em meados de 2008 ela sempre esteve no topo das minhas preferencias musicais internacionais. Não por coincidência, eu a conheci na mesma época em que eu comecei a ter contato com a língua inglesa. Ou seja, a música dela está mais atrelada a minha vida do que eu mesmo possa imaginar.

Dei essa pequena introdução para te fazer entender que qualquer coisa que a Kelly lança me deixa cheio de expectativas e que, obvio, essa resenha vai ter muita paixão envolvida.

Então, o lançamento desse novo álbum da Kelly vem carregado de uma carga emocional grande para a cantora por ser o primeiro depois da gravidez de seu segundo filho. Como ela mesma comentou em uma entrevista, as suas duas gravidez não foram nem de longe os melhores momentos de sua vida. 

Já para mim, to muito ansioso por esse novo trabalho dela por esperar algo a mais desde 2011, quando ela lançou Stronger. Nesse intervalo ela lançou em 2013 seu primeiro álbum de natal Wrapped in red (nome que me lembra uma fantasia sensual😆), que é maravilhoso, mas para o natal. Em 2015 ela lançou o álbum Piece by Piece que, pra mim, foi o pior trabalho dela. Ele até fez um certo barulho em sua semana de lançamento e depois de sua apresentação super emocionante no American Idol, quando ela interpretou a música homônimo do álbum e uma das poucas que se salvam. Mas logo depois voltou a cair no esquecimento.



Agora, falando especificamente da Love so Soft, a música é bem marcante e bem Kelly Clarkson. Ela traz elementos que sempre a seguiram durante toda sua carreira, como o coral de backing vocals fazendo o riff inicial a capella, e os breaks instrumentais entre os interlúdios das estrofes. 

A harmonia não é muito diferente de outros trabalhos que ela já tenha lançado. Inclusive penso que a música se encaixaria perfeitamente em Thankful (2003), Breakaway (2004) ou All I ever wanted (2009) tranquilamente. Em suma, a Love so soft tem tudo o que me fez me apaixonar (PLATONICAMENTE) pela Kelly.

Vale lembrar que seu novo álbum já tem nome e data de lançamento. Meaning of life estará disponível no dia 27 de outubro, e a expectativa só aumenta.

Veja o clipe de Love so soft e não esqueça de deixar seu comentário.  




Veja no Music's Soul nosso episódio comentando os lançamentos de setembro na Música Pop.



Musica importa.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.